quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

Eu vi Ronaldo

Créditos de Imagem: Nike Futebol
Eu ficava muito impressionado quando meu falecido avô me contava das histórias de Pelé e Garrincha, ficava mais impressionado ainda, quando minha mãe me contava toda a bravura e determinação de Ayrton Senna. Pessoas me falaram da genialidade Oscar no basquete, da garra de Gustavo Kuerten no tênis, mas de todos esses que citei, pela minha pouca e breve idade, não tive como acompanhar e ver nenhum deles em ação. Não os vi começar a carreira, não lembro de quando terminaram, só sei que foram ótimos no que faziam e todos alcançaram o topo em suas categorias. Uma coisa posso falar e garantir a todos, eu vi Ronaldo.

De todos os grandes craques do futebol no qual eu vi jogar, sem dúvidas, Ronaldo foi o melhor. Imperdoável dentro da área, temido por todos os zagueiros do mundo, o homem que bateu o até então, melhor goleiro de todos os tempos, o que perdeu uma copa misteriosa e ganhou outra com louvor. Um e único, são as melhores palavras que posso descrever o futebol d'O Fenômeno.

Virão Ronaldinhos Gaúchos, Cristianos Ronaldos, Messis, mas nunca e em nenhum momento eles alcançarão toda graça e glória que um dia Ronaldo chegou. Viu sua vida destruída por lesões, carreira em fio de navalha e mostrou para todo o mundo que o impossível realmente é só uma questão de opinião.

Ronaldo teve seus problemas extra-campo? Sim! Ser uma pessoa pública nem sempre deve ser bom, mas do que interessa? O Ronaldo pacato cidadão que é como todo outro brasileiro ou o Ronaldo Fenômeno, que quando entra em campo faz seus adversários tremerem? Toda a sua mancha de repercussão ruim não chega de perto das suas conquistas.

Ele parou, deixou de ser uma lenda para virar um mito. Assim como a 10 de Pelé e a 7 de Garrincha, hoje e eternamente a 9 será dele, e todos os que se responsabilizarem sobre essa camisa na seleção, não conseguirão escapar das comparações. Ronaldo, não é flamenguista, não é corinthiano e nem cruzeirense, ele é patrimônio brasileiro, exemplo de nossas vidas, nua e crua.

Um post bem descabido e com muitos erros de sintática? Sim, mas foi por que deixei o sentimento realmente me levar, e não vou corrigir, espero que todos sintam essa mágica também. 

Morre uma Lenda. Nasce um Mito. Obrigado Ronaldo Názario de Lima, O Fenômeno.

1 comentários:

PЭĐЯÖ disse...

Cara Parabéns!
Você conseguiu dizer o que muitas pessoas queriam mas não encontravam palavras palavras para descrever O Fenômeno!
E Parabéns ao Ronaldo por tudo que ele fez e tudo que vai fazer pelo futebol brasileiro!
Tenho orgulho de dizer que o Ronaldo jogou por mim e pelo Bando de Loucos!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...