segunda-feira, 7 de junho de 2010

Ajudo-te

Até que ponto uma pessoa deve ser ajudada? Ou precisa ser ajudada? E ajudar é um dever de todos?

São dúvidas que mexem com o nosso ser critico, numa visão geral de população. Ajudar é uma das ações mais bonitas que um ser humano pode propor. Mas e quando a pessoa não quer ser ajudada? Não quer se reabilitar, não quer deixar de ser um criminoso em potencial, quer simplesmente seguir o seu instinto e repetir os mesmos atos errados. Está pessoa vale a pena?
Negar ajuda, rejeitar uma pessoa por ela não querer, é quase tão criminoso como cometer um assassinato. A sociedade implica, os políticos teimam, e a população abaixa a cabeça e fecha os olhos. Por que negamos ajuda a pessoas que querem se reabilitar verdadeiramente, pessoas que vão atrás de largarem as drogas, que querem poder um dia sair da cadeia com sua pena cumprida e seguir uma nova vida?

Somos tão mesquinhos que rejeitamos até pedido de emprego a eles. A reabilitação, a ajuda começa ai! Grandes centros de reabilitações, trabalhos com psicólogos, medicamentos, isso não é problema meu, nem seu, isto é problema do sistema!

O problema é nosso quando bate na porta de casa, quando pedem na esquina da rua. Ai meus amigos, é sim, problema meu e seu, o sistema não está nem ai, para eles são números e campanhas publicitárias para nós é a realidade.
Quem dá oportunidade, acolhe, indica e renova, somos nós. Problema de todos. Não foi por culpa minha que ele resolveu se drogar, nem sua também, mas é culpa nossa não ajudar quem quer ser ajudado!

Vamos tirar está venda conveniente dos nossos olhos para os problemas que afetam a sociedade, empurrar com a barriga e falar que isso é coisa do governo já está bastante gasto. A sociedade não é o governo. Vamos parar de confundir Nós com Eles!

3 comentários:

Anônimo disse...

Filho ,olha este tema é muito complicado pq a gente precisa saber muito bem a quem ajudar por varios motivos : precisamos saber se realmente poderemos ajudar na suas necessidades , se realmente conhecemos o problema de quem estamos dispostos a ajudar . Exemplo : no caso dos usuarios de drogas , creio que é um caso de ajuda profissional. Um presidiário que cumpriu sua pena , mas não é um viciado no crime , é diferente pq penso que deslizes todo mundo pode ter e o que conta é o carater da pessoa . E tem alguns que se colocam na posição de coitados e acham que vc tem a obrigação de ajuda-los . Muito complicado , mas o que importa é fazermos a nossa parte analizando cada caso , e de coração aberto jamais deixar de lembrar que podemos ajudar sempre de uma forma ou de outra .
Beijos , Que Deus te abençoe.

Mother disse...

É, verdadeiramente você de Design Gráfico vai continuar e complementar sua graduação em jornalismo. Há controvérsias né?! rs rs.
Sim, você sabe que pra mim este é um tema muito delicado e concordo realmente com você em genêro, número e grau. Ontem mesmo falamos de Yunus... ajudar, ser caridoso, amar o próximo, fazer parte do sistema. Coisas extremamente distintas e que tem poderes enormes, dependendo do ser "humano" que você é. Sim, você tem razão. Envolve compromisso, caráter, responsabilidade e manutenção. Precisamos comungar algo verdadeiro e que pra muito já está careta ou até mesmo demode, precisamos comungar A M O R.

Carol disse...

Assunto delicado né?! Bom outro dia
indo à casa d um querido "amigo", fui
abordada por um ambulante que me
ofereceu um pacote de amendoim, mesmo
gostando de amendoim não comprei.Diga-se
de passassaem eu nunca compro. No mesmo
instante um pedinte me pediu 1 real, sem
mesmo questionar eu dei 2! Enquanto ele
ia embora eu pensei comigo mesma " O cara é
pobre faz um esforço incrivel para conseguir
comprar uma caixa de amendoim, para vender,
acorda cedo entra no trem, no onibus se
humilha muitas vezes e eu não dei valor a isso,
Equanto isso o outro simplesmente levanta da cama
coloca sua melhor cara de coitadinho, pede e eu dou!!
ISSO TA ERRADO!!" E pior que quando eu comentei
isso com algumas amigas todas disseram q fazem
a mesma coisa. Nessa nossa sociedade de valores
trocados é assim que funciona, pq mesmo sabendo
que ta errado, não posso prometer que vou resistir
a proxima carinha triste que me disser" tia me dá um real?"

No mais parabéns querido!!!Escreve muito bem, já
disse q ta perdendo dinheiro, daria um ótimo jornalista!
Mas isso já ta meio piegas neh!? rs (e eu li 1º tbm! rs)
Bjão <3

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...