quarta-feira, 27 de outubro de 2010

Cansando

Me diga o nome de cinco mineiros resgatados no desastre do Chile!

É isso ai, você não sabe, eu não faço a menor idéia e agora, não estamos nem ai para o que aconteceu com eles.

Mineiros chilenos, caso Bruno, Erenice Guerra... É muito bla bla bla. Nada disso importa pra você, ou para um bem comum de todos. É tudo imagem, marketing e mídia. A influência e lavagem cerebral é tão forte que a impressa faz, com que esqueçamos os reais problemas em que estamos, para nos importar com o problema e felicidade de pessoas que moram do outro lado do continente, pessoas que na teoria e prática são descartáveis para nós. Nada vai mudar na nossa vida nem na deles, absolutamente nada!
Eu tento ser inocente o suficiente, para acreditar que isso tudo é falta de pauta para programas ou tele jornais, mas é difícil de acreditar nisso em véspera de eleições, segundo turno, e os veículos de massa mostrando não ter nenhuma imparcialidade. Tento as vezes me cegar, como na maioria da população, para negar toda essa hipocrisia e falso moralismo que tentam enfiar em nossa cabeça a toda força, mas é complicado para mim.

Não da para engolir seco, e sentir o amargo e venenoso sabor do que é ser enganado na sua própria cara, e ainda rirem de você. É complicado aceitar tudo isso, mas o que vamos fazer? Se você que está lendo isso, achar uma solução coerente e possível, comente, talvez seja a nossa salvação!

É uma tecla que eu adoro bater, mas só isso. A impressa no nosso país, é livre, tão livre que está por ai fazendo a cabeça de muitas e muitas pessoas. Eu me revolto, de verdade, quando vejo "falsas notícias" só para abafar outras coisas e me chateio mais ainda, quando vejo isso sendo discutido em brados com pessoas nas ruas. É triste andar sem olhos.
Aumente somente um pouco sua percepção, apenas isso, e verá que te enganam feito bobo, mas quando você passar essa etapa, verá que somos bobos sim, por que a percepção vai te mostrar também, que você não tem muito o que fazer!

3 comentários:

Mother disse...

Uau!!! Falar da sensação de impotência e inutilidade que na maioria das vezes nos incomoda foi uma grande sacada. Realmente a interferência e a inferência da mídia em nosso dia a dia nos contamina e nos faz julgar pessoas, atitudes e cotidianos como mocinhos ou bandidos. Eu particularmente, aumentar meu campo de visão para percepção posso ver mais ainda do que já não vejo, então vou ficar no campo da boba ou da "malandra" que finge que é boba...

Roberta disse...

Denis, realmente seu post foi muito pertinente. Essa sensação de impotência que nos permeia me assusta um pouco. É muito difícil saber que postura adotar: ao ligarmos a TV, vemos uma disputa entre emissoras, que na busca pelo poder, apelam para qualquer tipo de "santo", seja ele caracterizado por uma religião ou mesmo na defesa descarada de um candidato político. A mesma notícia ganha várias vertentes dependendo do interesse de quem noticia: vai da bolinha de papel em uma emissora, que na outra vira objeto de metal! Não há mais neutralidade. Por outro lado, desligar a TV significa ficar desatualizado do que acontece, quase um "descontextualizado" - diz o apelo feito a grande massa popular. A voz dos que clamam por uma consciência crítica, cada vez se torna mais fraca e cada dia que passa caminhamos para o viver no verdadeiro mundo de "Matrix".

gfeldens disse...

A midia é criadora, disseminadora e manipuladora de opiniões. Dizem que quem vence conta a historia... mas hoje em dia a imprensa conta quem vai vencer primeiro.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...